Skip to content
Home » Como Amar um Lobisomem

Como Amar um Lobisomem

Como Amar um Lobisomem

Como falei ontem na divulgação dos lançamentos da Editora Pensamento-Cultrix, hoje trago a resenha do livro Como Amar um Lobisomem:

COMO AMAR UM LOBISOMEM
Autora: Sophie Collins
Editora: Pensamento
Páginas: 130
Nota:
Compre aqui

Sinopse: Ele é alto, moreno e bonito. Levanta o seu astral quando você está pra baixo. E está sempre ao seu lado para apoiá-lo. Mas… ele é um lobisomem!
Seja ele seu melhor amigo há muitos anos ou alguém com quem você sentiu uma sintonia imediata poucos dias atrás, um lobisomem pode ser o melhor amigo de uma garota. Mas e se ele quiser mais do que isso?
Se você é caidinha por um vampiro ou sonha em correr com lobos só para variar, aprenda como conhecer melhor seu lobinho, entrosar-se com o bando dele e resolver o mais desafiador dos triângulos amorosos.

– Descubra se o seu lobisomem é um macho alfa de verdade ou só um garoto com pelos demais.
– Aprenda técnicas seguras para driblar o bando e ter um tempinho só para vocês dois.
– Decifre o que vocês realmente sentem um pelo outro, seja esse sentimento uma simples amizade ou algo mais forte.

Repleto de testes, informações surpreendentes e dicas sobre o que fazer, este pequeno guia pode fazer deslanchar até a vida amorosa mais complicada. Descubra de uma vez por todas quais são os seus sentimentos, sem perder o seu melhor amigo.

Depois de uma sinopse dessas eu imagino que todos já saibam do que se trata o livro! Ele é infanto-juvenil e é mais um guia do que um livro com histórias, simplesmente porque não tem história; ele é repleto de dicas, testes e ilustrações. Bem bonitinho, sim! Dá para você se divertir no metrô, ônibus ou naquela aula chata? Com certeza! Mas é um guia, como aqueles que costumam vir em revistas, para meninas de até 14 anos.

A editora está de parabéns pelo trabalho com as ilustrações, a capa dura, que faz o livro parecer um diário de tão delicadinho, e, principalmente, o trabalho de tradução/revisão. Faço questão de colocar o nome da tradutora aqui: Denise de C. Rocha Delela porque o pessoal adora criticar (aliás, criticar é fácil!) e muitas vezes esquece de mostrar quando algo é MUITO bom. Então, parabéns Denise pelo ótimo trabalho! Sem contar que como tradutora sei que não é fácil traduzir um livro com uma linguagem mais moderna, cheio de gírias, e ao mesmo tempo passar uma mensagem positiva para o leitor (ainda mais hoje em dia que é preciso achar o meio termo pra conseguir passar qualquer tipo de mensagem na linguagem dos pré-adolescentes).

Enfim, dei nota 3,5 porque não é nenhum livro extraordinário e ao mesmo tempo não é nem um pouco ruim! Apenas é comum. Quero deixar bem claro que a intenção da autora foi muito boa para o público que ela propôs seu livro (se você leu/viu Crepúsculo vai ver que ela se baseou bastante na saga para construir as características dos lobos, e também dos vampiros xD).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *